segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Formatura [Parte 3 - Isabella]


Realmente não há palavras para descrever o que eu sentia naquele momento. Jamais imaginei que eu pudesse me sentir assim, aliás, jamais imaginei que alguém pudesse se sentir assim. Me sentia flutuando, enquanto Victor me conduzia pelo salão, nossa música estava tocando (ok, eu havia escolhido aquela música como nossa, e provavelmente ele nem fazia ideia disto, mas isso não muda o fato de que ele me convidou para dançar, exatamente, esta música). Eu sentia cada vez mais meu coração bater e doer aqui dentro. Lembrei-me das palavras do poema: “Se se morre de amor!”, e juro que se não continuasse com: “Não, não se morre”, eu pensaria que tinha morrido. Pois como eu poderia amar tanto assim, o meu melhor amigo, e além disto, namorado da minha melhor amiga. Mas tudo ali era tão perfeito, tão real, que eu não podia estar sonhando, podia?
Ops, se eu estava sonhando, agora o sonho estava virando um pesadelo. Algo me afastou de ti, perdi o seu calor, seu toque, seu cheiro amadeirado que me deixava louca. Ah não, acordei! Ou pelo menos sai da minha bolha e vi o que realmente estava acontecendo. Quando percebi que não estava sonhando acordada, e sim no meio de uma quase briga de um casal, corri na direção oposta, sem olhar pra trás.
Ainda bem que estava com meu carro. Destravei as portas, joguei meus sapatos no lado do passageiro, puxei alguns grampos que estavam tentando segurar meus cachos, coloquei o cinto e parti. Em minha cabeça tudo ainda estava confuso e eu precisava entender tudo que acabara de acontecer. O que eu estava fazendo? Não podia fazer aquilo com a Rafaela, e nem com o Victor. Certamente ele só havia dançado comigo porque há muito tempo atrás ele havia me prometido que dançaríamos em nosso baile de formatura. Além do mais, ele só me vê como uma amiga, melhor amiga, talvez, mas nada mais. Mas e agora, como acalmar todo este sentimento dentro de mim? Só havia uma coisa a fazer, mas será que eu estava pronta pra isso?
Pauta:
Projeto Creativité – 2° Edição C&F

5 comentários:

  1. é um prazer dar selos a vc! vc merece! é um talento! precisa ser valorizado! sorte e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  2. Só passando para avisar que tem um selinho lá no blog, e uma mensagem de Natal e ano Novo adiantado rs. Beijos, feliz Natal e um prospero ano novo! Se cuida.

    http://vouvivendoavidalevemente.blogspot.com/2010/12/papai-noel-deixou-meu-presente-de-natal.html

    ResponderExcluir
  3. Eitaaa, eu vou acabar lendo a história inteira só avaliando, huahuahuhua ;DDD
    E está ficando bastante interessante, rsrs
    Parabéns ^^

    ResponderExcluir
  4. Karen,
    Pedimos o seu endereço de e-mail até a meia-noite do dia 30/12 para que possamos enviar uma solicitação de autorização do seus textos vencedores da 1ª e 2ª edição c&f, para participar da Coleção Projeto Créativité (dezembro/2010). Deverá mandar o seu e-mail para a nossa página de recados do orkut, ou pelo blog do projeto, junto com o seu nome e sobrenome, e link do teu blog.
    Passada a data de entrega do e-mail, não aceitaremos tal solicitação.

    Agradecemos.

    ResponderExcluir
  5. que delícia de texto
    estou doida pra ler a continuação.
    Abraços, te sigo.

    AnaCamila


    www.daqueelejeito.blogspot.com

    ResponderExcluir